×

Dirofilaria, o famoso verme do coração

A dirofilariose é causada pelo verme parasitário chamado Dirofilaria immitis, conhecido também como “verme do coração”. Transmitido por mosquitos, ele se instala no lado direito do coração dos animais. Em casos raros, a dirofilariose ataca humanos, mas os cachorros são os hospedeiros preferidos.

Considerada uma zoonose, a doença parasitária cardiopulmonar , isso porque os vermes se alojam nas artérias do coração, no próprio órgão e ainda nos vasos que fazem a ligação dele com os pulmões. A incidência da doença costuma ser maior nas estações mais quentes, quando muitos tutores levam seus pets para a praia, porém , hoje em dia o número de cães que nunca saíram dos grandes centros urbanos e nunca frequentaram regiōes litorâneas vem crescendo de forma assustadora.

Todos os cães podem contrair essa doença se não estiverem protegidos
Doença silenciosa e de difícil identificação precoce já que os vermes não são eliminados nas fezes como nas infestações mais conhecidas. Mas isso não significa que essa condição não seja grave, pelo contrário, porque ela pode trazer complicações severas para o animal.

A transmissão ocorre por meio da picada do mosquitos, a que pode ser dos gêneros Aedes, Culex e Anopheles.Aedes Aegypti, que tenham picado outro hospedeiro infectado previamente. A partir daí, tem início um novo ciclo da doença.

1.Um mosquito pica um hospedeiro infectado, ingerindo as microfilárias (larvas em primeiro estágio) de D. immitis presentes na corrente sanguínea do animal;

2. Com o mosquito servindo de hospedeiro intermediário (aproximadamente 2 semanas), as larvas irão se desenvolver e migrar do tórax para o aparelho picador, onde passam a ser liberadas nas picadas;

3. Já na corrente sanguínea do cão saudável, as larvas vão para o tecido subcutâneo e muscular, onde se tornam jovens adultas em entre 3 a 4 dias;

4. Após aproximadamente 100 dias, as larvas chegam ao coração, alojando-se no ventrículo direito e nas artérias pulmonares do hospedeiro. Ali, elas atingem a maturidade sexual, acasalam e liberam novas microfilárias na corrente sanguínea do hospedeiro, começando um novo ciclo aonde essas larvas só chegaram na corrente sanguínea periférica entre 6 a 8 meses após a infecção. Isso significa que, antes desse período, não é possível detectar a doença por meio de análises de sangue, por isso a consideração de ser uma doença silenciosa.

5. Os parasitas adultos chegam a medir 20 cm de comprimento e podem sobreviver de cinco a sete anos no organismo do cachorro. Durante esse período, provocam uma resposta do sistema imunológico, além de lesões nos órgãos onde se alojam e outras complicações consequentes.

Alguns cães demoram a apresentar algum sinal ou sintoma clinico associado a doença principalmente quando estão em fase inicial do ciclo, mas conforme vai havendo a evolução clinica da doença, esses sintomas vão ficando evidentes.

Quando o pet abriga muitos vermes, ele também pode ter mais dificuldade para correr, brincar e fazer seus exercícios. Além disso, alguns podem apresentar inchaços abdominais, porque nessa região se acumulam líquidos.

Alguns sintomas que a doença também pode causar são:

  • Insuficiência cardíaca;
  • Hipertensão;
  • Prostração, fraqueza, dificuldade para respirar, taquipneia (respiração acelerada) e dispneia (respiração rápida e curta)
  • Alterações renais e hepáticas
  • Tosse crônica;
  • Intolerância ao exercício;
  • Perda de peso

Como sempre falamos, quanto mais cedo for diagnosticada qualquer doença, mais rápido, fácil e eficaz será o tratamento., isso não é diferente no caso do verme do coração. Diverso exames podem ser feitos para identificar o parasita. Entre eles, o ecocardiograma,,testes sanguíneas e radiografias são métodos de diagnosticar a doença.

Felizmente, essa verminose pode ser tratada, mas é necessário a ajuda de um veterinário para isso, porque o procedimento é um pouco mais complexo. Ele varia conforme a gravidade da infestação, a quantidade de larvas presentes no organismo do cachorro e o comprometimento causado nos órgãos afetados., e muitas vezes pode ser uma doença fatal.

A prevenção da dirofilariose vem ganhando interesse clínico no Brasil e grande parte dos veterinários ja abordam a prevenção da doença logo nas primeiras consultas, quando seu Golden Retriever ainda é um bebê Hoje ja existe na industria farmacêutica veterinária a vacina] para prevenção da doença, que nós da Golden PetStore já acrescentamos no calendário vacinal de nossos pacientes.

Existe também a opção de alguns medicamentos de uso oral e tópico disponíveis no mercado, porem, infelizmente, não são eficazes contra as formas adultas da Dirofilaria immitis.

Sempre bom salientar, que qualquer tipo de medicamento, só deve ser administrado ao seu Golden Retriever sob orientação de um Medico Veterinário.

Dirofilaria, o famoso verme do coração
4.6 (92.5%) 8 votes

Deixe seu comentário:

Postagens Relacionadas