×

Leishmaniose, você sabe do que se trata e como protege seu Golden Retriever?

Avatar Dr. Marisa Bitante
Escrito por:

Dra. Marisa Bitante

CRMV 09355

Doença infecciosa causada por protozoários parasitários do gênero Leishmania. Doença transmitida pela picada de insetos, o flebótomo, conhecidos como mosquitos palha, birigui ou tatuquiras.

Esses flebótomos são insetos de 1 a 3 mm de comprimento e são facilmente reconhecidos por voarem em pequenos saltos pousando sempre com as asas abertas. Eles tem hábitos crepusculares e noturnos.

Para o desenvolvimento dos ovos, as fêmeas desses insetos, necessitam ingerir sangue, picando cães e também o homem.

As fêmeas desses insetos precisam ingerir sangue para o desenvolvimento dos ovos e, dessa forma, picam tanto o cão quanto o homem. Ao picar o cão ou o homem, o flebótomo pode transmitir o protozoário chamado Leishmania chagasi, responsável, no Brasil, pela Leishmaniose visceral.

Depois de contaminado, o cão torna-se reservatório da doença, e podendo ser fonte de infecção para outros animais ou mesmo para seres humanos que vivem ao seu redor.

Existem três tipos principais:

1. Leishmaniose Cutânea , caracterizada por ulceras na pele.

2. Leishmaniose Mucocutânea, as ulceras atingem a pele, boca e nariz.

3.Leishmaniose Visceral : Sintomas da Leishmaniose Cutãnea e Mucocutânea, seguida de febre, diminuição dos Globulos Vermelhos, aumento do Baço e do Figado.

A Leishmaniose Canina pode ficar sem manifestar no organismo de seu Golden Retriever sem qualquer tipo de sintoma por bastante tempo, mas devemos ficar atentos aos sinais mais comuns :

  • Perda de peso
  • Pelagem opaca
  • Falta de apetite
  • Úlceras
  • Anemia
  • Apatia
  • Gânglios
  • Diarréias
  • Vômitos
  • Crescimento exagerado das unhas
  • Feridas na pele

Para diagnosticar se seus Golden Retriever é portador de Leishmaniose, dispomos de exames Sorológicos, Diagnóstico Molecular, Cultura de Leishmaniose. A escolha do método diagnósticos escolhido fica a critério do Medico Veterinário.

Uma lei de 1953, baseando-se que o tratamento dos cães tornaria o protozoário resistente à droga utilizada para combatê-lo em seres humanos, impedia o tratamento de cães, sendo assim necessária a eutanásia nos animais. Com a aprovação de uma revisão legislativa houve a liberação de medicamentos de uso exclusivamente veterinários registrados pelo Ministério da Agricultur

Vale ressaltar, que seu Golden Retriever for um cão parasitado por leishmanias representa uma fonte de contágio para outros flebótomos e possibilita a disseminação da doença e infecção de outros cães e humanos. É importante esclarecer que um animal com leishmaniose não transmite diretamente a doença a humanos. A transmissão da doença ao homem dependerá sempre da picada de insetos que veiculem o parasita, portanto picam o animal contaminado e depois o homem, disseminando assim a doença.

Com a mudança da lei e liberação do medicamentos, mudamos essa historia, pois animais tratados deixam de ser transmissores da doença.

Apesar da existência do tratamento, a Leishmaniose não tem cura, se trata de uma doença crônica e seu Golden Retriever necessitara de acompanhamento Medico Veterinario por toda vida.

Já existem no mercado produtos que afastam os mosquitos transmissores de seu Golden Retriever, podendo estes serem prescritos somente pelo Médico Veterinário. A prevenção é sempre o melhor caminho para seu Golden Retriever.

Deixe seu comentário:

Postagens Relacionadas